Natura

Tommy

domingo, 8 de março de 2015

08 de Março- Dia Internacional das Mulheres



sarah lee fotografia mulheres subaquáticas mar água

Somos tão especiais, que temos um dia somente para nós. Mas, não somos só especiais, somos também capazes de atuar no mercado de trabalho em igualdade com os homens. No entanto estamos longe de conquistar a igualdade de gênero. Os homens continuam ganhando mais e ocupando a maioria dos cargos mais importantes em nosso país e no mundo. Não porque não temos capacidade, mas sim pelo machismo existente no mercado nacional e internacional.
Não sou feminista e nem machista, apenas reconheço de maneira espantosa, que ainda não somos respeitadas como merecemos nesse setor. Sem contar a violência cada vez mais crescente contra a mulher. Não vou entrar no mérito dessa questão , que já vem sendo debatida com dados expressivos e assustadores.
Toda violência me causa indignação. Não estou falando apenas da violência física não, essa que todos sabem que acontece no silêncio da nossa omissão e dos poderes públicos. Falo também da violência psicológica que pode ser tão ou mais nociva que a outra. A violência psicológica engessa a pessoa num mundo de medo de tal maneira que ela não consegue se livrar do mal que está recebendo.
A violência doméstica é uma realidade que acontece em todos os lares e em todas as camadas sociais. Temos que estar atentos aos sinais e nunca nos omitir diante de qualquer tipo de violência contra a mulher, crianças e idosos, grupos mais frágeis fisicamente e que sofrem constantemente com agressões físicas e verbais.
Devemos combater a violência como um todo!
Hoje é um dia de comemoração?
Deveria, mas ainda temos muito a conquistar. Enquanto não temos a igualdade de gênero, comemoremos as conquistas conseguidas até aqui, com a certeza que cada vez mais, romperemos barreiras e emergiremos das dificuldades.
Aproveito para parabenizar todas as mulheres de coragem, guerreiras que venceram obstáculos, dificuldades e continuam enfeitando o mundo com sorrisos. Mulheres que lutam sem perder a doçura.
Parabéns mulheres!

Imagem: Sarah Lee
Texto:  Paula Rempel
,