Natura

Tommy

sábado, 26 de julho de 2014

Dica Cultural

Olá! Bom final de semana a todos! Bora curtir esses dois dias com muita diversão, cultura e lazer.  Faz bem a mente ver coisas novas, respirar novos ares, sair da rotina semanal. Encher os pulmões de cultura nessa selva de pedra que é a cidade de São Paulo. Uma selva com muitas opções de lazer. Sampa é assim, tem sempre um lugarzinho legal, que cabe no seu orçamento, para você e sua família se divertirem. Alguns eventos, você nem vai precisar colocar a mão no bolso. É Grátis! Vai gastar apenas com o que consumir. Bora ver as sugestões do blog , se programar  e sair por aí apreciando as coisas boas que a cidade tem a oferecer.

Teatro

Guilherme Magon, Eliete Cigaarini, Bruno Fagundes, Arieta Corrêa, Maíra Dvorek e Antonio Fagundes: dificuldade para se comunicar
Guilherme Magon, Eliete Cigaarini, Bruno Fagundes, Arieta Corrêa, Maíra Dvorek e Antonio Fagundes: dificuldade para se comunicar (Foto: João Caldas)

Peça: Tribos

Tribos com Antonio Fagundes e grande elenco. Todos nós sabemos o quão talentoso é esse ator. Já li muita coisa sobre seus trabalhos, onde seus parceiros sempre diziam que o Fagundes é um ator generoso em cena, o que proporciona veracidade com naturalidade em cena, tornando espetáculo gostoso e fácil de fazer. Vamos vero o que a crítica diz sobre essa peça.

Resenha por Dirceu Alves Jr.
Na comédia dramática Vermelho (2012), Antonio Fagundes apresentou o filho Bruno, hoje com 24 anos, oficialmente ao público. Naquela trama, um consagrado artista plástico e o jovem assistente viviam conflitos, em um inevitável jogo de espelhos. Menos de três meses depois do fim da turnê do espetáculo, a dupla estreia a perturbadora e divertida comédia Tribos, escrita pela inglesa Nina Raine e dirigida por Ulysses Cruz. Está explícito que a energia juvenil de Bruno contaminou o pai a ponto de fazê-lo apostar em uma encenação moderna, com um elenco numeroso e sem protagonismos, capaz de dialogar com diferentes gerações. Billy (papel de Bruno) nasceu surdo em uma família pouco convencional em que todos podem ouvir. Os pais politicamente incorretos (vividos por Fagundes e Eliete Cigaarini) o criaram em um casulo e não se conformam com a dependência dos outros dois filhos (Guilherme Magon e Maíra Dvorek). A situação se desestabiliza de vez quando Billy se apaixona por Silvia (a atriz Arieta Corrêa), uma garota que começa a ensurdecer depois de adulta. Com diálogos afiados e repletos de acidez, o texto é estruturado em nove cenas que abordam a surdez metafórica nas relações pessoais. Como sempre, Fagundes brilha ao aproveitar o histrionismo do personagem, e Bruno mostra potencial na pele do deficiente auditivo em busca de identidade. Sobressai também Guilherme Magon. O ator investe em uma sutil interiorização para fortalecer o irmão deprimido de Billy. Estreou em 14/9/2013. Até 17/8/2014."

Local: Teatro Tuca
Rua Monte Alegre, 1024 - Perdizes - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3124 9600

Sexta e sábado, 21h30; domingo, 18h.
Bilheteria: 15h/20h (terça a quinta); a partir das 15h (sexta a domingo).
Sexta e domingo: R$ 70,00
Sábado: R$ 80,00

<p> Dan Stulbach e Irene Ravache em 'Meu Deus!'</p>
Dan Stulbach e Irene Ravache em 'Meu Deus!' (Foto: João Caldas)

Peça: Meu Deus !

Irene Ravache e Dan Stulbach também são grandes atores conhecidos do público. Dispensam apresentações, pois, o talento de cada um é reconhecido pela crítica e principalmente pelo público brasileiro.

Resenha por Dirceu Alves Jr.
Certos espetáculos conseguem conquistar o espectador pela simplicidade. Esse é o caso da comédia escrita pela israelense Anat Gov (1953-2012), capaz de provocar risos e também reflexões em quem estiver disposto. Na trama, um homem misterioso (Dan Stulbach) entra no consultório de Ana (Irene Ravache), uma psicóloga fatigada depois de um dia de trabalho. Deprimido, ele pensa em se matar, mas esse ato viria seguido de uma consequência extrema — afinal, ele é o Criador. Ateia, Ana nunca dedicou seu tempo às orações e, em alguns momentos, chegou a ser dominada pela revolta. Custou a aceitar, por exemplo, o fato de ter um filho autista (Pedro Carvalho). Em cena, a carismática Irene cativa pela forma como expressa a perplexidade da personagem e se mostra fundamental para estabelecer a empatia com a plateia. Stulbach, por sua vez, se sai melhor quando consegue controlar o exagero inicial apoiado na segurança da parceira. Estreou em 28/3/2014. Até 2/8/2014.

Tema universal: a peça, escrita por Anat Gov em 2008, já foi montada em Israel, na Argentina, na Itália e nos Estados Unidos.

Local: Teatro Faap
Rua Alagoas, 903 - Higienópolis - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3662 7233

Sexta, 21h30; sábado, 19h e 21h30; domingo, 17h e 19h30.
Bilheteria: 14h/20h (quarta e quinta); a partir das 14h (sexta a domingo).
Sexta: R$ 60,00
Domingo: R$ 70,00
Sábado: R$ 80,00

É Grátis!

Peças, exposições, mostras culturais, passeios são algumas das opções grátis na cidade.Além dos parques para fazer passeios ao ar livre, andar de bike ou simplesmente deitar a sombra de uma árvore e descansar. Naturalmente hoje não é possível fazer isso.  Chove em nossa cidade e faz frio, mas quem sabe amanhã? Ou então, no próximo fim de semana...  Aproveitem!

Festejada dupla OSGEMEOS exibe trinta telas inéditas no Galpão Fortes Vilaça, na Barra Funda (Foto: Lucas Lima)

Exposição:  OSGEMEOS - A Ópera da Lua

"Resenha por Laura Ming
Ao entrar no galpão, o público se insere no colorido e surreal mundo de personagens amarelos cercados por criativos cenários. A sala principal foi forrada de telas e instalações, que trazem o traço delicado e divertido da dupla. Em outro espaço, encontra-se uma escultura de 5 metros de altura, a maior já feita pelos irmãos. Eles inovam com a instalação interativa abrigada dentro de uma casinha que lembra as do Cambuci, bairro onde Gustavo e Otávio Pandolfo cresceram. Antenada com o desejo do público de registrar tudo com a câmera do celular, a exposição traz até um boneco para os visitantes tirarem fotos junto. Mas prepare-se: tanto sucesso tem formado uma fila que pode passar de duas horas. De 29/6/2014. Até 16/8/2014."

Local: Galpão Fortes Vilaça
Rua James Holland, 71 - Barra Funda - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3392 3942
Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 18h.

Fonte:  http://vejasp.abril.com.br/