Natura

Tommy

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Dica cultural

Boa noite lindonas! Final de semana está repleto de atrações em sampa. Teatro, shows, espetáculos de dança, cinema, mostra cultural, etc. Tem muita programação gratuita também. Trouxe para vocês uma pequena amostra do que está acontecendo na cidade de São Paulo.

Musical Crazy for You


<p> Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello em <em>Crazy for You</em>, que entra em cartaz em 23 de novembro</p>
Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello em Crazy for You, que entra em cartaz em 23 de novembro (Foto: Paschoal Rodriguez )


Resenha por Dirceu Alves Jr.

Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello protagonizam o musical de Ken Ludwin adaptado por Miguel Falabella. O cantor e dançarino Bobby Child (personagem de Mello) é um playboy enviado por sua mãe a uma cidade com a missão de cobrar uma dívida referente ao teatro local. Ao chegar lá, ele se apaixona por Polly (interpretada por Claudia) e, juntos, tentam montar um espetáculo para salvar o teatro. Com Marcos Tumura, Liane Maya, Jonathas Joba, Hellen de Castro, Rodrigo Negrini e outros atores, além de catorze músicos. A montagem traz melodias do compositor George Gershwin e coreografias criadas por Susan Stroman. De 23/11/2013 a 7/2/2014.

De 23 de novembro a 07 de fevereiro

Rua Dos Coropés, 88 - Pinheiros - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3728 4929
Quinta, 21h; sexta, 21h30; sábado; 17h e 21h; domingo, 18h
De R$ 50,00 a R$ 200,00. Bilheteria: 12h/20h (terça e quarta); a partir das 12h (quinta a domingo). Estacionamento com manobrista (R$ 25,00). Local da apresentação: Teatro. ATENÇÃO: Estreia prometida para sábado (23/11), às 21h.

A Arte e a Maneira de Abordar seu Chefe para Pedir um Aumento


O ator: a direção de Guel Arraes investe sem necessidade no visual

Resenha por Dirceu Alves Jr.
No final das contas, sempre teremos Marco Nanini. E também vai valer a pena sair de casa, enfrentar as adversidades e ver esse grande ator no palco. Sob a direção de Guel Arraes, Nanini protagoniza – com o brilho esperado – o monólogo cômico escrito pelo francês Georges Perec (1936-1982), em cartaz no Sesc Vila Mariana. O texto é de 1969, e seu argumento carrega uma atualidade espantosa. Em uma espécie de palestra, o protagonista apresenta um manual combinatório de probabilidades para a conversa com o patrão. O salário está insuficiente, principalmente se comparado à dedicação do funcionário, mas não também não dá para pagar mico diante do superior. O ridículo da situação serve de base para ironizar o mundo corporativo e a relação de exploração capitalista.
Como dramaturgia, a obra de Perec é desafiadora para o intérprete. Nanini se mantém firme, reforçando as muitas repetições de frases e situações escritas pelo autor sem jamais se deixar seduzir por interações pueris com plateia. Para o espectador, no entanto, esse vai e vem de cenas quase iguais torna-se um tanto maçante e só ganha dimensão em nome de Nanini. O ator reforça as nuances do personagem, que passeia pelo tragicômico, deboche, ironia e, inclusive, pelo dramático. Torna-se visível, no entanto, um desapontamento no resultado, principalmente por conta de uma direção que investe excessivamente no visual, quando o intérprete e as palavras – mesmo labirínticas – já seriam suficientes. Ainda mais com recursos conhecidos do universo televisivo. A programação visual criada por Batman Zavareze surge plenamente dispensável. As projeções – igualmente repetitivas, claro – desvalorizam a montagem e a aproxima das embalagens usadas nas séries de humor criadas por Guel Arraes na Rede Globo. Estreou em 1º/11/2013. Até 30/11/2013.

Até 30 de novembro

Rua Pelotas, 141 - Vila Mariana - São Paulo - SP - Tel.: (11) 5080 3000
Sexta e sábado, 21h; domingo, 18h.
Bilheteria: 9h/21h30 (terça a quinta); a partir das 9h (sexta) e das 10h (sábado e domingo). Ingressos também em toda a rede Sesc. Estacionamento (R$ 6,00). Local da apresentação: Teatro. ATENÇÃO: os ingressos estão esgotados.
Ingresso: R$ 32,00

O espetáculo Rosa, estrelado pela atriz Debora Olivieri, é opção para fazer uma sessão da tarde

<p> Debora Olivieri em 'Rosa': ótimo desempenho</p>
Debora Olivieri em 'Rosa': ótimo desempenho (Foto: Dalton Valério)

CINEMA


Resenha por Miguel Barbieri Jr.
A comédia romântica não esconde sua origem. Trata-se de uma versão para o cinema do seriado homônimo do canal Multishow cuja segunda temporada estreia na quarta (30/10/2013). Na trama, Fábio (papel de Fábio Porchat e Miá (a atriz Miá Mello) se casam e passam a lua de mel a bordo de um navio rumo à Itália. Embora apaixonados, são levados à tentação por outro casal. Beto (Alejandro Claveaux), um ex-namorado de Miá, virou um empresário saradão. A mulher dele, Laura (Juliana Didone), foi o grande amor de infância do protagonista. Seguem-se, então, os vaivéns afetivos de praxe, entremeados por boas tiradas de Porchat. Estreou em 25/10/2013.

Horários e salas - Até 28 de novembro


Avenida Regente Feijó, 1759 - Vila Regente Feijó - São Paulo - SP - Tel.: (11) 2164 7790
Nacional
Sala 2
13h25, 15h40, 17h55, 20h10, 22h25
Estrada Do Campo Limpo, 459 - Jardim São Luís - São Paulo - SP - Tel.: (11) 5512 7596
Nacional
Sala 1
15h

É GRÁTIS !

A Banda Sinfônica do Estado é regida por Marcos Sadao Shirakawa.
A Banda Sinfônica do Estado é regida por Marcos Sadao Shirakawa (Foto: Divulgação)

Resenha por Jonas Lopes
Marcos Sadao Shirakawa conduz a formação na Abertura Cubana, de Gershwin, e em obras de Satoshi Yagisawa, Arturo Márquez e Miguel Briamonte. Participação do pianista Paulo José. Dia 24/11/2013.

Em 24 de novembro


Praça Júlio Prestes, 16 - Campos Elíseos - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3367 9500
Domingo (24): 11h.
Bilheteria: 10h/18h (segunda a sexta); 10h/16h30 (sábado); a partir das 9h (domingo).
Estacionamento (R$ 18,00).
Os ingressos para a apresentação podem ser retirados na bilheteria a partir de segunda (18).
Entrada: Grátis

EXPOSIÇÃO E ARTE

30 x bienal


Foto do centro de São Paulo, por German Lorca
Foto do centro de São Paulo, por German Lorca (Foto: Romulo Fialdini)


Resenha por Jonas Lopes
Como 2013 é um ano sem Bienal de São Paulo, a maneira encontrada para homenagear a história do evento, iniciado em 1951, foi uma grande mostra sobre a trajetória da arte brasileira nessas seis décadas e trinta edições. Ótima ideia, a julgar pela seleção de 30 x bienal, composta de cerca de 250 obras de 111 artistas, reunidas pelo curador Paulo Venancio Filho. A organização do espaço, defnida mais por afnidades estéticas do que pela cronologia, revela-se fuida e convidativa. Ao visitar a área climatizada do pavilhão, no 3º andar, o espectador pode até se surpreender com a quantidade de coisas boas feitas no Brasil no último século. Estão ali Iberê Camargo, Tomie Ohtake, Hélio Oiticica, Amilcar de Castro, Maria Leontina e outros. Há ainda um diálogo formal notável entre as telas de Volpi e os relevos de Sergio Camargo. O modernista German Lorca sobressai na fotografia. Dos trabalhos contemporâneos, destaque para a pintura da década de 80, praticada por Jorge Guinle, Adriana Varejão e os paulistanos do grupo Casa 7. De 21/9/2013 a 8/12/2013.

Arquivo Vivo


Cristina Lucas, La Liberté Raisonnée 2009
Cristina Lucas, La Liberté Raisonnée 2009 (Foto: Divulgação)

Organizada pela diretora e curadora do Paço das Artes, Priscila Arantes, a exposição apresenta 22 trabalhos de artistas nacionais e internacionais, divididos em instalações multimídia, projetos em vídeo, arte digital, fotografia, entre outros. Integram a coletiva nomes como Cristina Lucas (Espanha), Yinka Shonibare MBE (Inglaterra), Nicola Costantino (Argentina), Hiraki Sawa (Japão), Berna Reale (Brasil), Raquel Kogan (Brasil), Marilá Dardot (Brasil), Rosangela Rennó (Brasil), Regina Parra (Brasil), Mabe Bethônico (Brasil), Ivan Navarro e Mario Navarro (Chile), Voluspa Jarpa (Chile), Letícia Parente (Brasil), Paula Garcia (Brasil), Eduardo Kac (USA/Brasil), Rejane Cantoni e Leonardo Crescenti (Brasil), Masaki Fujihata em colaboração com Frank Lyons (Japão), Vesna Pavlović (Iugoslávia), Christian Boltanski (França), Lucas Bambozzi (Brasil), Pablo Lobato (Brasil), Edith Derdyk (Brasil). De 2/10/2013 a 8/12/2013.

Programe-se: oficinas, debates e exibição de filmes completam a exposição

Até 08 de dezembro


Avenida Da Universidade, 1 - Butantã - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3814 4832
Terça a sexta, 11h30 às 19h; sábado, domingo e feriados, 12h30 às 17h30.
Grátis

Barafonda


Os atores da Cia. São Jorge de Variedades em 'Barafonda': o espetáculo itinerante percorre as ruas da Barra Funda
Os atores da Cia. São Jorge de Variedades em 'Barafonda': o espetáculo itinerante percorre as ruas da Barra Funda (Foto: Bob Sousa)

Resenha por Dirceu Alves Jr.
Criação e direção da Cia. São Jorge de Variedades, o espetáculo percorre 2 quilômetros das ruas da Barra Funda, começando na Praça Marechal Deodoro e terminando na Praça Nicolau de Morais Barros. O bairro começou a ser habitado no fim do século XIX. Imigrantes italianos trabalhavam na construção de ferrovias e montaram serrarias e oficinas mecânicas para atender aos moradores dos Campos Elíseos. A dramaturgia associa acontecimentos históricos às tragédias e comédias gregas para mostrar o progresso do lugar. Com 25 atores, entre eles Alexandre Krug, André Capuano, Flávio Porto, Patrícia Gifford, Paula Klein e Rogério Tarifa. Estreou em 4/5/2012. Até 21/12/2013.

Até 21 de dezembro

Praça Marechal Deodoro, s/n - Santa Cecília - São Paulo - SP
Sexta e sábado, 14h30.
Informações: (11) 3824-9339.
Ingresso: Grátis

Bienal Internacional de Arquitetura - 10ª Edição


<p> Panorâmica de Los Angeles, por Iwan Baan: em exposição no CCSP</p>
 Panorâmica de Los Angeles, por Iwan Baan: em exposição no CCSP (Foto: Divulgação)